4 de mai de 2011



Não voltaria no tempo para consertar meus erros, não voltaria para a inocência que eu tinha - e tenho ainda. Terei saudades da ingenuidade que nunca perdi? não tenho saudades nem de um minuto atrás. Tudo que eu fui prossegue em mim.


Martha Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário