23 de set de 2010

Eleições 2010


Todos reclamando da falta de opções ou do tema, mas para onde se vai ou se ler, é o assunto de maior discussão e discursão tb, em nosso país, e que bom!
Eis algumas questões pessoais, e porque defendo ou não a minha opinião, a candidata Marina Silva, até tem um pouco da minha simpatia, mas pessoalmente não acredito que esteja preparada pra governar o nosso país, segundo porque, ela é evangélica, isso ja é motivo de sobra para o meu não voto. Preconceito? Não. Marina Silva tem uma forte influencia religiosa, em suas decisões políticas, tais como, o não incentivo a pesquisas de células-tronco, e outras questões essenciais pra mim, como a união civil de homossexuais. E saio um pouco do contexto "político" para explicar que quando se fala de um casamento assim, não é um capricho e nem um ato religioso, pra confrontar famílias e igrejas, e sim para o direito civil de igualdade. Por exemplo, em uma união gay, se uma das pessoas tem um plano de saúde e pode extender tal benefício a (ao) sua (seu) parceira (o), isso ainda não é permitido no Brasil, fora tantos outros direitos civis. Portanto, não adianta ir casar na Argentina, só serveria para ilustrar um álbum de fotos.
Quem votar na Marina Silva, estará votando indiretamente no candidato José Serra, e lhe dando a chance de tomar um fôlego e ir pra um segundo turno, já que ela naõ tem a mínima chance, e que bom que não!
Portanto, é da minha vontade que a candidata Dilma assuma essa presidência, de preferência no primeiro turno, primeiro, porque é candidata do PT, que ganhou a minha confiança pelo crescimento e melhoras significativas e inegáveis, segundo porque ao ser questionada sobre as questões que eu levantei, defende que como cidadãos os gays merecem os mesmos direitos que existe em uma união heterossexual.

Quero ver o nosso país crescer, em todos os sentidos, e um dia quem sabe sentir orgulho ao dizer: sou brasileira!

Nenhum comentário:

Postar um comentário